Erro comum no uso da palavra ninguém. A forma correta de escrita é ninguém de acordo com a Gramática Portuguesa e não “ninguem” como por vezes é colocado.

Escreve-se com acento agudo no “e”.

Ninguém, e como pronome, que significa nenhuma pessoa.

Como substantivo significa criança subdesenvolvida, que cresceu pouco. Ou pessoa de pouca relevância ( não importante ).

O antónimo de ninguém é alguém.

Obs: Advém do latim nequem.