Na gramática, um prefixo ou sufixo é um afixo que se anexa ao radical ( é a parte da palavra responsável pela sua significação principal ) capazes de mudar o sentido do mesmo.

Quando são colocados antes do radical, como acontece com “dis-“, os afixos recebem o nome de prefixos. Quando, como “-dor”, surgem depois do radical, os afixos são chamados de sufixos.

Prefixos e sufixos são capazes de introduzir modificações de significado no radical a que são acrescentados. São também, em muitos casos, capazes de operar mudança de classe gramatical da palavra a que são acrescentados.

Exemplo de prefixos:

des-: desgovernado , desmotivado, destemido.
dis-: disfuncional, discordar.
in-: incolor, indiferente, intocável.

Exemplo de sufixos:

-dor: governador, salvador.
-dade: possibilidade, relatividade.
-vel: ingovernável, sociável.

Em termos de classificação os prefixos podem ser de tipo oposição ou negação; os sufixos podem ser tipo nominal, verbal ou adverbial.