As duas formas – Caber e couber – existem na Língua Portuguesa.

Ou seja, ambas as expressões estão corretas, devendo, no entanto, serem usadas em diferentes situações.

Caber é o infinitivo do verbo caber que significa poder ser contido; ter cabimento; ser compatível; pertencer; competir; ter lugar; poder entrar e ficar contido num recipiente.

É demasiado grande para caber no abrigo.
A culpa do lesante, passa a caber a este, ou à respectiva seguradora.

Couber é uma forma verbal do verbo caber, nomeadamente a primeira e terceira pessoa do singular do futuro do subjuntivo do verbo.

Isto é, “couber” é no sentido de possibilidade; usado em situações hipotéticas.

Se ele não couber no abrigo teremos de arranjar outra solução.
Terá de enfrentar o adversário que lhe couber em sorte.


Referências

Caber advém do latim capere.