As duas formas – para e pra – existem na Língua Portuguesa e têm o mesmo significado [*].

Para exprime e tem o sentido de fim, destino, lugar, tempo, direção etc.

Para que tudo se resolva a bem.

Pra é uma redução da preposição “para”, com o mesmo significado, mas somente deve ser usado em textos informais ou linguagem falada. E sim, consta na maioria dos dicionários como “palavra válida”.

Vem pra cá.

[*] Importante referir que estamos unicamente a falar de “para e pra” na definição acima apontada.


Numa análise mais detalhada

A palavra “para” existe como forma verbal do verbo parar; e neste caso jamais a palavra “pra” pode ser usada como variante.

Para de me aborrecer.

A palavra “pra” como contração de “para + a” ( que se escrevia prá ou prà antes do Acordo Ortográfico, Brasil e Portugal respetivamente ) não pode ser substituída simplesmente por “para”; teria de ser sempre substituída por “para a”.

Vou pra praia.