As duas formas – ter a ver e ter a haver – existem na Língua Portuguesa.

Ou seja, ambas as expressões estão corretas, devendo, no entanto, ser usadas em diferentes situações.

Ter a ver é uma locução com o sentido de ter relação com; possuir correlação; dizer respeito a.

Pode ter a ver com símbolos que funcionavam no passado.
O que dizes nada ter a ver com a realidade.
Isso não tem nada a ver com o que falávamos.

É extensível às várias formas verbais do verbo ter:

tem a ver..
tens a ver..
terá a ver..

Obs:
a expressão “ter a ver” está enraizada e é de uso habitual, alguns linguísticos indicam que deveríamos usar “ter que ver” (por questões etimológicas)

Ter a haver tem um sentido diferente – indica ter de receber; que está em débito dinheiro ou bem; o que está em falta.

Declarou nada mais ter a haver da ré.
Dessa empresa ainda tenho a haver.
Ela tem a haver a herança do primo.

É, igualmente, extensível às várias formas verbais do verbo ter:

tem a haver..
tens a haver..
terá a haver..