As duas formas – levaste e levas-te – existem na Língua Portuguesa.

Ou seja, ambas as expressões estão corretas e são formas verbais do verbo levar mas empregues em diferentes modos.

Levaste, pronúncia .\ê, é a segunda pessoa do singular do pretérito perfeito do modo indicativo do verbo.

tu [ levaste ]

Porque é que levaste a garrafa?
Tu levaste a minha vida e a vontade de viver…
Lembras-te daquele apartamento onde me levaste?

Obs:
pretérito perfeito = referente ao passado

A forma levas-te, pronúncia .\é, é uma conjugação pronominal (acompanhados do pronome oblíquo “te”) do verbo – neste caso, no presente do indicativo. O pronome é usado para indicar ações relativas ao sujeito que as pratica.

Por que levas-te tão a sério?

É um flexão pouco usada; mais comum são as formas levas-me ou leva-se.

Levas-me a casa?
Isto leva-se bem… não é pesado.